Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Iraque recupera milhares de artefatos contrabandeados

Visita a uma das três galerias recém-inauguradas no museu de Basra, no sul do Iraque, em 19 de março de 2019. Mais de dois mil artefatos, incluindo cerca de 100 que haviam sido saqueados e encontrados no exterior, foram expostos no museu localizado em um antigo palácio do ditador deposto Saddam Hussein. [Hussein FAleh/ AFP via Getty Images]

O governo iraquiano anunciou no domingo que recuperou milhares de artefatos que haviam sido contrabandeados para fora do país.

Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores do Iraque, Ahmed Al-Sahaf, disse em comunicado que o ministério trabalhou para recuperar milhares de artefatos contrabandeados, incluindo o valioso Kudurru, que remonta à época do rei Nabucodonosor I 3200 aC, explicando que voltou da Grã-Bretanha para o Iraque.

Ele explicou que 10 selos cilíndricos da Babilônia e 1.376 artefatos foram recuperados da Jordânia depois que as autoridades competentes os apreenderam nas passagens de fronteiraquando eram contrabandeados para fora do Iraque.

Al-Sahaf apontou que as embaixadas iraquianas em Londres e Washington assinaram dois acordos para a entrega de milhares de artefatos, acrescentando que o Ministério das Relações Exteriores está em coordenação com o Ministério da Cultura do Iraque para recuperar as antiguidades roubadas.

LEIA: O Conselho Judicial do Iraque rejeita a nomeação de Al-Zurufi como “inconstitucional”

Categorias
IraqueNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments