Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Curso antirracismo da BDS Espanha é cancelado após pressão de grupos pró-Israel

Ativista segura cartaz durante protesto em apoio ao movimento de Boicote, Desinvestimento e Sanções (BDS) [Heri Rakotomalala/ Flickr]

O governo regional de Valência cancelou um curso de formação de professores sobre direitos humanos, a ser ministrado por um grupo espanhol de Boicote, Desinvestimento e Sanções (BDS), após intensa campanha de organizações anti-BDS que compararam o movimento de solidariedade palestino com Hitler e Ku Klux Klan.

O seminário online de 20 dias da organização BDS de Valência para professores, intitulado “Solidariedade e direitos humanos. Aprender a ensinar contra o ódio e o racismo (judeofobia, islamofobia e Palestina-Israel) ”estava programado para começar em 8 de junho.

No entanto, na segunda-feira, o governo de Valência retirou o formulário de inscrição sem fornecer uma explicação. O seminário provocou forte reação de grupos nacionais e internacionais pró-Israel.

A Action and Communication on the Middle East (ACOM), uma organização pró-Israel que busca barrar o movimento BDS, disse que “a retirada da formação desses professores ocorre após a intervenção de instituições internacionais de prestígio, como o European Jewish Congress, The American Jewish Comitê, Liga Antidifamação, B´nai B´rith ou Simon Wiesenthal Center. ” Todas as organizações mencionadas são fortes defensoras de Israel.

LEIA: Grupo pró-Israel fracassa ao tentar remover reitora que apoia BDS no EUA

No Twitter (post abaixo), a ACOM comparou o grupo pró-palestino de Valência a Hitler dizendo que o seminário era como “uma conferência nazista contra o racismo, ou um membro da Ku Klux Klan falando sobre perseguição racial”.

A ACOM também conseguiu que 65 iniciativas pró-palestinas fossem anuladas pelos tribunais espanhóis.

 

Categorias
BDSEspanhaEuropa & RússiaIsraelNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestineSlide Grande
Show Comments
Show Comments