Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Sistema de saúde de Gaza pode entrar em colapso, alerta ministério

Farmácia em Gaza estoca máscaras faciais devido ao surto de coronavírus, 7 de março de 2020 [Mohammed Asad/ Monitor do Oriente Médio]

O Ministério da Saúde Palestino em Gaza alertou na quarta-feira para o colapso do sistema de saúde devido ao estrito cerco israelense de 14 anos, informou a Al-Mujtama Magazine.

Em entrevista exclusiva à revista, o porta-voz do Ministério da Saúde Ashraf Al-Qidra avisou que o enclave costeiro está à beira de um desastre iminente devido à falta de equipamentos e instalações necessárias em meio à luta contra o novo coronavírus.

“A Faixa de Gaza é uma área muito frágil, pois é o lugar mais densamente povoado do mundo”, disse Al-Qidra, observando que nela há 5.500 pessoas por quilômetro quadrado.

“Isso faz com que (Gaza) seja uma bomba-relógio”, disse Al-Qidra. “Se apenas um residente de Gaza estiver infectado com coronavírus, haverá um desastre, pois essa pessoa infectada se misturaria fácil e rapidamente com centenas de pessoas”, explicou ele.

Al-Qidra responsabilizou a ocupação israelense pela dilapidação do sistema de saúde na Faixa de Gaza, o que significa que a doença se espalha facilmente devido à grave escassez de sistemas respiratórios, unidades de terapia intensiva e remédios.

Diante de sérios temores sobre a chegada do coronavírus à Faixa de Gaza, Al-Qidra pediu que o mundo inteiro assumisse a responsabilidade de proteger seus 2 milhões de habitantes.

LEIA: Covid-19, da propaganda ao apartheid israelense

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestineSlide Grande
Show Comments
Show Comments