Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Assessor do presidente do Irã atribui surto e rápida disseminação do coronavírus às sanções dos EUA

Socorristas com máscaras de proteção, em uma rua da capital iraniana Teerã. Em 24 de fevereiro de 2020. - [Atta Kenare;AFPvia Getty Images]

As sanções dos EUA ao Irã levaram ao surto e à rápida disseminação do coronavírus na República Islâmica, afirmou o assessor do presidente Hassan Rouhani.

Hesamodin Ashena escreveu no Twitter: “As sanções econômicas e a cumplicidade da Europa deixaram a infraestrutura de saúde pública do Irã despreparada para lidar com o coronavírus em tempo hábil”.

“As políticas de Trump são parcialmente responsáveis por moldar a propagação desse vírus e as vidas perdidas no processo”, acrescentou.

No sábado, o Ministério da Saúde do Irã anunciou 205 novas infecções por coronavírus, elevando o número total de casos de vírus para 593, com o número de mortos atingindo 54 pessoas. Isso não inclui 50 mortes em Qom, notícia que o governo refutou.

O Irã tem o maior número de mortes relacionadas ao coronavírus fora da China; o epicentro do coronavírus.

Agora é a hora da unidade no Oriente Médio, com medo de coronavírus tomar conta da região.

 

Ministro da Saúde do Irã descobre que foii infectado pelo coronavírus.

Categorias
Ásia & AméricasEUAIrãNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments