Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel nomeia juízes para os processos de corrupção contra Netanyahu

Primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu [Foto de arquivo]

O Ministério da Justiça de Israel nomeou ontem três juízes que formarão a mesa do Tribunal Distrital de Jerusalém, para o julgamento por corrupção do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, informou a mídia local.

Segundo o Times de Israel, o Tribunal Distrital de Jerusalém disse que Rivka Friedman-Feldman será o chefe da mesa e Moshe Bar-am e Oded Shaham serão membros.

Friedman-Feldman foi membro da mesa que enviou o ex-primeiro-ministro Ehud Olmert para a prisão por acusações de suborno. Olmert foi condenado a um total de 27 meses de prisão por três acusações de corrupção, mas cumpriu apenas 16 meses.

Em 2010, Shaham considerou o parlamentar do Likud, Tzachi Hanegbi, culpado de corrupção, mas o conselho do julgamento concordou em liberá-lo; ele foi multado 2.920 dólares.

O procurador-geral do governo israelense, Avichai Mandelblit, apresentou acusações contra Netanyahu em janeiro, tornando-se a primeira vez na história de Israel que um primeiro-ministro em serviço foi indiciado por acusações criminais.

Netanyahu apresentou um pedido de imunidade ao Knesset, mas depois o retirou.

O julgamento de Netanyahu deve começar após as eleições israelenses, que estão previstas para 2 de março.

Categorias
IsraelNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments