Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Jared Kushner viaja a Israel para discutir anúncio do ‘acordo do século’

Jared Kushner, conselheiro sênior e genro do Presidente dos Estados Unidos Donald Trump [foto de arquivo]

Jared Kushner, conselheiro sênior e genro do Presidente dos Estados Unidos Donald Trump, deve chegar a Israel nesta quarta-feira (22) para participar do Quinto Fórum Mundial sobre o Holocausto e discutir o anúncio do chamado “acordo do século”, informou a agência de notícias Axios.

Kushner deve encontrar-se com o Primeiro-Ministro de Israel Benjamin Netanyahu, chefe do Partido Likud, e também com seu rival Benny Gantz, chefe da coalizão Azul e Branco (Kahol Lavan).

Barak Ravid, da emissora israelense Channel 13, escreveu em artigo para a Axios que Netanyahu deseja que a Casa Branca apresente logo a proposta, a fim de mudar o foco de sua campanha, constrangida hoje a defender-se reiteradamente de suas acusações de corrupção.

Por outro lado, afirma Ravid, Gantz prefere que a Casa Branca aguarde a nova rodada do processo eleitoral e chegou a argumentar que a divulgação do acordo de paz antes das eleições previstas para março poderia influenciar o público e interferir nos resultados.

Ravid relatou fontes na Casa Branca que afirmaram que Trump não chegou a qualquer decisão, mas não negaram a possibilidade de uma declaração em breve sobre o assunto.

O acordo de paz dos Estados Unidos para o Oriente Médio, propagandeado como “acordo do século”, consiste em duas partes distintas: econômica e política. A primeira foi anunciada em 2019 durante uma conferência econômica em Manama, capital do Bahrein, entretanto sem participação dos representantes palestinos.

Oficiais americanos revelaram que o plano levaria a um investimento de US$ 50 bilhões, incluindo US$ 28 bilhões na Cisjordânia ocupada e na Faixa de Gaza sitiada, à medida que o restante seria direcionado a Egito, Jordânia e Líbano.

Os palestinos rejeitaram o acordo, ao alegar que a proposta unilateral de Kushner deseja efetivamente liquidar a causa palestina.

LER: Ganhando tempo para Israel

 

Categorias
Ásia & AméricasEstados UnidosIsraelNotíciaOriente MédioPalestine
Show Comments
Show Comments