Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Garoto palestino é mantido em solitária de israel há mais de 27 dias

O meino Mus'ab Abu Ghazalah

O Comitê de Prisioneiros e Prisioneiros Liberados da OLP denunciou no domingo que uma criança palestina, Mus’ab Abu Ghazalah, 15, de Jerusalém, está em confinamento solitário em uma prisão israelense há 27 dias.

Abu Ghazalah foi preso em confinamento solitário devido à sua recusa em ser enviado ao departamento para adultos criminosos comuns israelenses.

Em um comunicado, o comitê da OLP revelou que as forças israelenses prenderam Abu Ghazalah em 22 de dezembro e o enviaram ao departamento de criminosos israelenses.

As autoridades israelenses colocaram vários obstáculos à frente de seu advogado e rejeitaram sua visita à criança, negando seu pedido de transferi-lo para o departamento de presos políticos.

Desde o dia de sua prisão, Abu Ghazalah iniciou uma greve de fome aberta protestando contra o envio ao departamento de criminosos israelenses. No entanto, depois de ser advertido sobre as consequências perigosas à sua saúde por ser criança, ele suspendeu a greve.

Uma vez autorizado a visitar Abu Ghazalah, seu advogado revelou que o garoto está detido em uma única cela que não contém local para as necessidades básicas, lembrando que ele está em isolamento solitário apenas por ter rejeitado a prisão de criminosos israelenses acusados de estupro, vício e outros crimes hediondos.

O comitê da OLP divulgou que as autoridades israelenses insistem em confinar prisioneiros palestinos com criminosos israelenses, que os atacam e roubam seus bens pessoais.

Abu Ghazalah passou um ano e meio em prisão domiciliar, antes de ser preso e enviado para confinamento solitário.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestine
Show Comments
Show Comments