Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Catar rejeita comentários da Liga Árabe sobre interferência estrangeira na Líbia

Secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Aboul-Gheit.[Foto do arquivo]

O Ministério das Relações Exteriores do Catar rejeitou na sexta-feira as declarações do secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Aboul-Gheit, condenando interferências não árabes na Líbia, informou a Agência Anadolu.

Em um comunicado, o ministério anunciou: “Essas observações contradizem a decisão tomada pelos estados membros da Liga Árabe após a reunião de emergência realizada em 31 de dezembro de 2019, que rejeitou a intervenção estrangeira em geral”.

A declaração do Catar também observa que “as declarações falharam em mencionar a intervenção de alguns estados árabes, ao terem fornecido armas às milícias da Líbia que abortaram os esforços da ONU para fazer a paz e manter um diálogo abrangente . A natureza seletiva das observações publicadas no site oficial da Liga Árabe foi chocante, pois não refletiu o consenso árabe de que a liga deveria representar. ”

A declaração descreveu os comentários da Liga Árabe como chocantes porque eles ocorreram após um longo período de silêncio sobre o apoio de alguns estados árabes a milícias armadas atacando Trípoli, aterrorizando pessoas e tentando derrubar o governo apoiado internacionalmente.

Concluindo a declaração, o Catar pediu que a Liga Árabe fosse “mais precisa” quando se trata de refletir a posição coletiva dos Estados membros.

Também renovou seu pedido de apoio ao governo legítimo da Líbia e fim do apoio a mercenários e milícias terroristas armadas.

Categorias
ÁfricaCatarLíbiaLiga ÁrabeNotíciaOrganizações InternacionaisOriente Médio
Show Comments
Show Comments