Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

AP condena a aprovação de 2.300 novas unidades de assentamentos israelenses

Assentamento judaico ilegal de Neve Yaakov na Cisjordânia. Em 1º de abril de 2019 [Ahmad Gharabli/ AF/ Getty]

A Autoridade Palestina (AP) condenou a aprovação, por Israel, de 2.300 unidades de assentamento na Cisjordânia ocupada.

Em uma entrevista de rádio, o ministro das Relações Exteriores da Autoridade Palestina, Riyadh Al-Maliki, disse que “Israel recebeu o apoio da atual administração americana para intensificar seus projetos de assentamento nos territórios palestinos”.

Al-Maliki afirmou que a liderança da AP está se esforçando para enfrentar o crescente projeto israelense, e que o esforço incluiu uma queixa ao Tribunal Penal Internacional. Ele pediu condenação internacional da escalada de projetos de assentamento que claramente violam as resoluções da ONU e solapam a solução dos dois estados.

O grupo de direitos israelenses Paz Agora revelou o plano israelense de construir 2.300 novas unidades de assentamentos na terça-feira, observando que “isso é parte da política desastrosa do governo israelense, visando minar qualquer perspectiva de paz, e um obstáculo à solução dos dois Estados. ”

Paz Agora também disse que a política do governo de Israel visa anexar “partes ou toda” Cisjordânia ocupada.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestine
Show Comments
Show Comments