Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

MBS’ sister to face trial in France for ‘beating up a worker’

Mohammed Bin Salman, príncipe herdeiro da Arábia Saudita, em Islamabad, Paquistão, 17 de fevereiro de 2019 [Bandar Algaloud/Agência Anadolu]

A irmã do príncipe herdeiro saudita Mohammed Bin Salman foi indiciada em Paris, capital da França, e teve julgamento agendado para o dia 9 de julho, por supostamente ordenar que um guarda-costas espancasse um de seus funcionários.

Fontes judiciais locais relataram à Agence France-Presse (AFP) que o caso da princesa Hassa Bin Salman partiu de um suposto “ataque em seu apartamento na Avenida Foch, local de elite na zona oeste de Paris, em setembro de 2016.”

No momento do incidente, a vítima foi contratada para executar trabalhos de restauração no apartamento da princesa. Conforme as informações, Hassa se irritou após ser fotografada. O restaurador disse que a princesa o acusou de “querer vender [a fotografia] para a imprensa.”

A vítima relatou que teve as mãos atadas e foi socado no rosto, além de ser forçado a “beijar os pés da princesa durante horas de sofrimento.”

As fontes destacaram que Hassa provavelmente será julgada “in absentia” – ausente do tribunal –, pois não chegou a ser detida sob o mandato internacional de prisão emitido em 2017. Contudo, não revelaram maiores detalhes sobre a possibilidade da defensoria francesa representá-la.

O guarda-costas, segundo as mesmas fontes, foi indiciado em outubro de 2016 por “violência armada, roubo, ameaças de morte e por deter um indivíduo contra sua vontade.”

Categorias
Arábia SauditaFrançaNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments