Portuguese / English

Middle East Near You

Relatório militar de Israel afirma que túneis do Hamas “ainda são altamente eficientes” em Gaza

Combatentes das Brigadas Izz al-Din al-Qassam, a ala militar do Hamas, exibem suas armas de combate no campo de Maghazi em 19 de julho de 2023 [Ahmed Hasaballah/Getty Images]

Um relatório do exército israelense revelou que a rede de túneis usada pela resistência palestina na Faixa de Gaza ainda é “altamente eficiente”.

De acordo com o Times of Israel, o relatório confirmou que, nove meses após o início da campanha de bombardeio em Gaza, uma grande parte da rede de túneis do Hamas ainda desfruta de “alta eficiência operacional e representa uma ameaça à segurança de Israel”.

O jornal citou um militar israelense dizendo que pode levar anos para desmantelar os túneis, e que “as passagens subterrâneas devem ser mapeadas e a presença de armadilhas e reféns deve ser verificada antes que o exército possa destruí-los”.

De acordo com o relatório, o Hamas restaurou e reabilitou as fábricas de concreto e cimento usadas para construir os túneis, indicando que os túneis em Rafah estavam em alto estado de prontidão e possibilitavam a aproximação da área de fronteira.

A Israeli Broadcasting Corporation disse ontem que a delegação de negociação israelense discutiu no Cairo o estabelecimento de uma barreira subterrânea ao longo da fronteira com a Faixa de Gaza.

LEIA: Guerra em Gaza: Como o Hamas atraiu Israel a uma armadilha letal

A autoridade acrescentou que Israel pretende entregar o controle civil da passagem de Rafah e do Corredor Philadelphi ao Egito no caso de um acordo sobre Gaza ser concluído, enquanto o exército de ocupação israelense indicou que “alguns dos caminhos limitados dos túneis [do Hamas] na área de fronteira do eixo Philadelphi com o Egito foram destruídos”.

Em janeiro, autoridades do ministério da defesa israelense disseram que a rede de túneis do Hamas em Gaza tem uma extensão que varia de 563 a 724 quilômetros, observando que Israel está enfrentando uma resistência feroz, mesmo nos bairros que invadiu anteriormente no norte, leste e centro da Faixa de Gaza.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Palestina: quatro mil anos de história
Show Comments