Portuguese / English

Middle East Near You

UNRWA pede ‘investigação independente’ sobre bombardeio em escola de Gaza

Palestinos choram durante a cerimônia fúnebre dos mortos após os ataques israelenses a uma escola pertencente à Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina no Oriente Próximo (UNRWA), que é usada como centro de refugiados no Campo de Refugiados de Nuseirat, na parte central de Gaza, em 7 de julho de 2024. [Abed Rahim Khatib - Agência Anadolu].

A Agência das Nações Unidas de Assistência aos Refugiados da Palestina (UNRWA) pediu uma “investigação independente” sobre o bombardeio de Israel a uma escola administrada pela agência. A escola servia de abrigo para 2.000 pessoas deslocadas no campo de refugiados de Nuseirat, no centro de Gaza.

Esse pedido foi feito em uma declaração emitida pelo Comissário Geral da agência, Philippe Lazzarini, em sua conta no X.

“Mais um dia. Outro mês. Outra escola atingida. Mais uma vez, a escola da @UNRWA foi atingida pelas forças israelenses. A escola, na Área Central, abrigava cerca de 2.000 deslocados internos, e dezenas de vítimas foram registradas. Desde o início da guerra, hoje faz nove meses: – Mais da metade (ou 190) das instalações da @UNRWA foram atingidas, algumas várias vezes, outras diretamente”, escreveu ele. “Os responsáveis devem ser responsabilizados por violar a lei internacional.”

“Nove meses depois dessa guerra brutal, eu peço mais uma vez um #ceasefire”, disse ele.

“Quanto mais tempo essa guerra durar, mais profunda se tornará a divisão e mais sofrimento as pessoas suportarão.”

LEIA: Número de mortos em Gaza é subestimado, alerta novo relatório

Categorias
IsraelNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestinaUNRWA
Show Comments
Palestina: quatro mil anos de história
Show Comments