Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Gantz adverte sobre o caos devido ao poder dado a Ben-Gvir

1
Ministro da Defesa de Israel, Benny Gantz [Muhammed Selim Korkutata/Agência Anadolu]

O ministro da Defesa cessante, Benny Gantz, alertou na sexta-feira sobre o caos em Israel por causa da nomeação do chefe do partido de extrema-direita Otzma Yehudit, Itamar Ben-Gvir, como primeiro-ministro de fato.

O primeiro-ministro designado Benjamin Netanyahu está permitindo que Ben-Gvir se torne o primeiro-ministro de fato no próximo governo, depois de assinar um acordo com ele que lhe concede um papel de segurança ampliado.

“Estabelecer um exército privado para Ben-Gvir [na Cisjordânia ocupada] é perigoso… e criará falhas reais de segurança”, argumentou Gantz.

Ben-Gvir, pelo  acordo, receberá o novo título de ministro da Segurança Nacional e será responsável pela força policial nacional, além de supervisionar a Divisão de Cisjordânia da Polícia de Fronteira.

LEIA: Primeiro-ministro designado de Israel nomeia Ben-Gvir, de extrema-direita, como novo ministro da Segurança

Gantz também alertou que a decisão de Netanyahu de transferir o controle da Administração Civil (o órgão do Ministério da Defesa que governa a Cisjordânia ocupada) para o Ministério das Finanças, sob o presidente da coalizão de extrema direita Sionismo Religioso, Bezalel Smotrich, levará a críticas da comunidade internacional de que Israel está implantando a “anexação de fato”.

“O desmantelamento dos poderes do governo em fragmentos de ministérios baseados em necessidades políticas e o desmantelamento de estruturas operacionais nas IDF prejudicarão a funcionalidade das IDF e da polícia”, Gantz disse na sexta-feira.

“A conduta de Netanyahu é uma admissão de que o verdadeiro primeiro-ministro será Ben-Gvir”, acrescentou.

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments