Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Campanha ajuda imigrante síria que vive no Brasil

1
Razan Suliman e Mohamad Dahhan [Arquivo pessoal]

O departamento filantrópico Sírio do Bem, do Esporte Clube Sírio, de São Paulo,  promove uma campanha para ajudar uma imigrante síria que vive no Brasil e perdeu o marido em travessia aos Estados Unidos.  O departamento disponibilizou vídeo nas redes sociais com a história de Razan Suliman e uma vaquinha virtual para ajudar a síria, que ficou sozinha no Brasil com os filhos.

Segundo informações divulgadas pelo Esporte Clube Sírio, Razan Suliman é esposa de Mohamad Dahhan, sírio-brasileiro naturalizado, que faleceu ao cruzar a fronteira do México com os Estados Unidos para rever parentes e buscar trabalho. As informações do falecimento primeiro vieram por meio de uma organização mexicana, que disse que Dahhan morreu no dia 4 de agosto. No final de setembro, a a Interpol informou que corpo foi encontrado em um rio, com indícios de afogamento.

A diretora do departamento filantrópico do Esporte Clube Sírio, Rita de Cassia Halti, visitou Razan no dia 3 de outubro, após a confirmação da notícia, e prestou sua solidariedade. “Nessa vida temos um propósito, que é estender a mão um para o outro, quando este está necessitado, porque não somos nada, simplesmente estamos”, disse Halti em material divulgado pelo clube.

O valor arrecadado com a campanha será doado à viúva para que possa comprar alimentos, dar continuidade ao seu trabalho, pagar dívidas e sustentar os três filhos. Suliman trabalha com venda de comida árabe, negócio que levava adiante ao lado com a ajuda do marido. “O que ela precisa é de uma condição para se reorganizar, colocar as contas em dia e seguir, por isso decidimos ajudá-la para que ela possa ter uma melhor condição de vida ao lado dos filhos”, completa Rita.

LEIA: Dono de restaurante Razan Comida Árabe de SP desaparece na fronteira com os EUA

A campanha tem como meta arrecadar R$ 10 mil e também busca um escritório da área de Direito Internacional que possa auxiliar a família voluntariamente para conseguir obter a certidão de óbito de Mohamad Dahhan. Ainda não há documentos oficiais que comprovem seu falecimento. Não há valor mínimo para doações e é possível participar com o valor que cada um puder. Para doar, acesse o link do Departamento Sírio do Bem no site Vakinha.

O casal veio para o Brasil fugindo da guerra da Síria, em 2014. Em terras brasileiras, recebeu ajuda da comunidade muçulmana e conseguiu se estabelecer na cidade de São Paulo, onde fundou o restaurante Razan, especializado em comida árabe. O Esporte Clube Sírio, que promove a campanha para ajudar a família, foi fundado por integrantes da comunidade árabe no Brasil.

Sírio do Bem

O departamento Sírio do Bem é um projeto filantrópico que atua em várias frentes. No primeiro semestre de 2022, o Clube Sírio doou 4.500 peças de roupas confeccionadas por suas voluntárias. Também arrecadou roupas, brinquedos e sapatos para doar ao hospital HCOR e serem vendidos no bazar da instituição. O projeto atualmente também aceita doações de fraldas, leite, Mucilon, máscaras, aventais descartáveis, luvas em caixas fechadas e lã 100% acrílica. Essa última será utilizada para fazer sapatinhos, meias e casaco para as crianças atendidas em campanhas assistenciais.

Contato:

Departamento Filantrópico Sírio do BemEsporte Clube Sírio

Telefone: (11) 2189-8500

Email: [email protected]

Publicado originalmente em Anba

Categorias
Ásia & AméricasBrasilEstados UnidosNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments