Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Arábia Saudita é ‘parceiro estratégico abrangente’, afirma Pequim

1
Wang Wenbin, porta-voz da chancelaria chinesa, durante coletiva em Pequim, 9 de novembro de 2020 [Greg Baker/AFP via Getty Images]

A Arábia Saudita é um “parceiro estratégico” do governo em Pequim, afirmou nesta segunda-feira (15) Wang Wenbin, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China.

“China e Arábia Saudita são parceiros estratégicos abrangentes”, afirmou Wenbin. “Nos anos recentes, sob o compromisso e a orientação dos líderes de ambos os países, as relações sino-sauditas cresceram robustamente com cooperação profícua em diversas áreas”.

“Estamos prontos para trabalhar com a Arábia Saudita e avançar no caminho da confiança mútua e profunda cooperação entre as partes, para dar um passo além em nossa parceria estratégica abrangente”, acrescentou Wenbin.

Em junho, oficiais de defesa de ambos os países debateram laços militares nos bastidores da Cúpula de Segurança da Ásia, realizada em Singapura. Em fevereiro de 2019, Mohammad bin Salman – príncipe herdeiro e governante da monarquia – viajou a Pequim como parte de sua turnê asiática, que incluiu Índia e Paquistão.

O jornal britânico The Guardian reportou a possibilidade do presidente chinês Xi Jinping visitar a capital saudita nesta semana, a ser acolhido calorosamente como o ex-homólogo americano Donald Trump, em meados de 2017.

No último ano, a China assumiu a dianteiro como maior parceiro comercial e importador de petróleo da Arábia Saudita.

A Arábia Saudita, no entanto, é duramente criticada por ignorar violações de direitos humanos cometidas pelo governo chinês contra a comunidade uigur – de maioria islâmica – na província de Xinjiang. Ambos os países são acusados de negligenciar abusos em favor de laços comerciais.

LEIA: Pequim separa casal, prende marido uigur por 25 anos por visitar a Turquia

Categorias
Arábia SauditaÁsia & AméricasChinaNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments