Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Enviado da ONU defende cessar-fogo e acompanhará questão de prisioneiros da Jihad Islâmica

O enviado da ONU para o Processo de Paz no Oriente Médio, Tor Wennesland, disse ontem que o órgão mundial está “intensamente engajado” em ajudar Israel e a Jihad Islâmica a concordar com um cessar-fogo.

“As Nações Unidas estão intensamente engajadas e trabalhando de perto com o Egito para mediar a restauração da calma”, disse Wennesland em um comunicado.

“Ressaltamos nosso compromisso de fazer todo o possível para encerrar a escalada em andamento, garantir a segurança da população civil e acompanhar o assunto dos prisioneiros palestinos”, acrescentou.

“Continuarei trabalhando com todas as partes relevantes para diminuir a situação (de agressão) com urgência”.

Israel lançou uma campanha militar contra Gaza na sexta-feira e matou 44 pessoas, incluindo 15 crianças e quatro mulheres. Outros 360 ficaram feridos.

LEIA: Hamas pede ao mundo que responsabilize Israel por seus crimes

Categorias
IsraelNotíciaONUOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments