Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Mediador dos EUA manifesta esperanças de acordo entre Líbano e Israel

Presidente do Líbano Michel Aoun se reúne Amos Hochstein, assessor sênior para segurança energética da Casa Branca, em Beirute, 20 de outubro de 2021 [Presidência do Líbano/Agência Anadolu]

Amos Hochstein – mediador dos Estados Unidos para as negociações entre Líbano e Israel – expressou esperanças de firmar um acordo sobre a demarcação de fronteiras marítimas entre as partes, segundo informações da agência Anadolu.

O representante americano conversou em Beirute com o presidente libanês Michel Aoun, o premiê Najib Mikati e o chefe do parlamento Nabih Berri.

“Permaneço otimista de que possamos manter o progresso como nas últimas semanas e estou ansioso para regressar à região e conduzir os arranjos finais”, destacou Hochstein a repórteres nesta segunda-feira (1°).

No domingo (31), o Ministro da Energia do Líbano Walid Fayad confirmou que Hochstein apresentou uma nova proposta sobre as águas disputadas com Israel.

A oferta prevê manutenção dos direitos soberanos do Líbano sobre o campo de gás natural de Qana e altera provisões capazes de permitir a concessão do campo de Karish a Israel – local de tensões após o estado ocupante remeter uma plataforma de exploração sem consenso prévio.

LEIA: Tensões entre Israel e Hezbollah atingem níveis sem precedentes

Beirute e Tel Aviv disputam uma área estimada em 860 km², sob mapeamento deferido à Organização das Nações Unidas (ONU) em 2011. A região no Mar Mediterrâneo é rica em petróleo e gás natural.

Cinco rodadas de negociações indiretas ocorreram entre as partes. Entretanto, continuam sob impasse devido a divergências de larga escala e pressões políticas em ambos os países.

Categorias
Ásia & AméricasEstados UnidosIsraelLíbanoNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments