Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Protesto na Bélgica condena participação de Israel em corrida de ciclismo

1
Quarta fase da corrida de ciclismo Tour De Wallonie, percurso de 206 km entre Neufchateau e Fleurus, em 23 de julho de 2021 [Laurie Dieffembacq/AFP via Getty Images]

Associações solidárias à causa palestina radicadas na Bélgica e em Luxemburgo conduziram um protesto em diversas cidades contra a participação de uma equipe israelense – a Israel Premier Tech – na tradicional corrida de ciclismo Tour De Wallonie, segundo informações da agência de notícias Wafa.

As associações denunciam esforços para encobrir o apartheid por meio do esporte – prática conhecida como sportswashing.

Os participantes pediram maior boicote à ocupação israelense, como meio de pressionar pela instauração de um estado palestino livre e democrático, conforme resoluções da Organização das Nações Unidas (ONU).

As associações destacaram ainda que a ocupação israelense busca distrair atenção de políticas racistas por meio de sua presença em eventos esportivos, com intuito de normalizar abusos de direitos e sua retórica colonial.

Os organizadores ecoaram apelos para que o estado sionista e seus líderes sejam responsabilizados perante o Tribunal Penal Internacional (TPI).

Manifestantes ergueram bandeiras palestinas e cartazes nas ruas que servirão de percurso à corrida. As mensagens reafirmaram denúncias dos crimes perpetuados por Israel na Palestina histórica, corroboradas pelo Comitê de Direitos Humanos das Nações Unidas, pela ong Anistia Internacional e pelo Human Rights Watch (HRW), entre outras organizações.

LEIA: Países europeus pedem que Israel pare de planos para mais assentamentos ilegais na Cisjordânia

Categorias
BélgicaEuropa & RússiaIsraelLuxemburgoNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestinaTPI
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments