Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

União Europeia alerta para ‘pior deslocamento de palestinos em décadas’

1
Forças israelenses destroem quatro poços de água em Masafer Yatta, ao sul de Hebron, no sul da Cisjordânia em 2 de fevereiro de 2022 [Ihab Alami/ApaImages]

A União Européia alertou ontem sobre o “possível” deslocamento de palestinos da Cisjordânia, enquanto Israel continua a forçar os moradores a sair de Masafer Yatta após uma decisão judicial.

Visitando Masafer Yatta na Cisjordânia ocupada, o embaixador da UE nos territórios palestinos ocupados, Sven Kuehn von Burgsdorff, alertou: “Em se tratando dos  despejos em massa e transferências forçadas, essa será a maior transferência forçada em décadas”. Ele acrescentou que estava “preocupado com a situação”.

1

Sven Kühn von Burgsdorff, representante da UE, visita o Masafer Yatta no sul da cidade de Hebron, na Cisjordânia, em 7 de julho de 2022 [Mamoun Wazwaz/ApaImages]

O exército de ocupação israelense está tentando expulsar os palestinos de pelo menos 12 comunidades de Masafer Yatta, alegando que suas casas foram construídas nas proximidades de uma zona de treinamento militar.

Em 4 de maio, o Supremo Tribunal de Justiça israelense aprovou o despejo de palestinos que vivem em Masafer Yatta para dar lugar ao treinamento militar israelense. Fontes locais informaram que 27 edifícios foram demolidos desde o julgamento e pelo menos mais 30 ordens de demolição foram emitidas.

Cerca de 1.200 pessoas, incluindo 580 crianças, estão agora em risco iminente de despejo forçado e deslocamento, disse o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA).

Eles podem perder suas casas, pertences, acesso à água, meios de subsistência, instalações de saúde primária e escolas, acrescentou o UN OCHA, afirmando: “Isso pode equivaler a uma transferência forçada, uma grave violação do direito internacional humanitário e, portanto, um crime de guerra. ”

De acordo com estatísticas da ONU, Israel demoliu ou expropriou 217 edifícios palestinos em Masafer Yatta desde 2011, levando ao deslocamento de 608 palestinos.

LEIA: Expulsão de palestinos viola obrigações legais de Israel, diz representante da UE

Categorias
IsraelNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestinaUnião Europeia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments