Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Washington: ‘Não apoiaremos a reabilitação de Assad de forma alguma’

O presidente sírio Bashar Al-Assad em Damasco em 9 de novembro de 2021 [Agência de Notícias dos Emirados WAM]

Os EUA confirmaram que não apoiariam de forma alguma a reabilitação do chefe do regime sírio, Bashar Al-Assad.

A embaixadora adjunta de Estado para Assuntos do Oriente Próximo dos EUA, Barbara Leaf, disse que os EUA não apoiarão os esforços para normalizar ou reabilitar o presidente sírio, Bashar Al-Assad.

Ela disse que seu país não levantará as sanções impostas ao regime e não mudou sua posição contra a reconstrução na Síria até que um progresso real e contínuo seja alcançado em direção a uma solução política.

“Assad e o círculo em torno dele continuam sendo o maior impedimento para uma solução política na Síria”, disse ela, pedindo que o regime seja responsabilizado por seus crimes contra civis sírios, afirmando que eles devem ser responsabilizados.

Em maio passado, os EUA confirmaram que o regime de Al-Assad não havia mostrado nenhuma razão para normalizar suas relações com a comunidade internacional.

A delegada de Washington nas Nações Unidas, Linda Thomas Greenfield, disse que o regime de Al-Assad não conquistou o direito de normalizar as relações com a comunidade internacional, especialmente porque continua a fazer reféns e violar os direitos humanos dos sírios.

LEIA: Oposição síria derrotará Assad, enquanto Moscou afunda-se na Ucrânia?

Categorias
Ásia & AméricasEstados UnidosNotíciaOriente MédioSíria
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments