Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Hamas pede boicote a universidades israelenses envolvidas com a ocupação

Universidade de Ariel, construída no assentamento ilegal de Ariel, na Cisjordânia ocupada, em 4 de julho de 2005 [kippi70/Wikipedia]

O movimento de resistência Hamas fez um novo apelo a acadêmicos e universidades em todo o mundo para que boicotem instituições israelenses associadas à ocupação da Palestina histórica, sobretudo envolvidas com os assentamentos ilegais e as agressões coloniais perpetradas contra a população nativa.

“O Hamas condena a decisão do Comitê Sionista de Reitores Universitários de reconhecer o colégio do assentamento ‘Ariel’ como universidade filiada”, reafirmou Abdel Latif al-Qanou, porta-voz do movimento radicado em Gaza.

“Consideramos decisão como um reforço ultrajante ao projeto colonial do estado ocupante e sua política de supremacia judaica — incluindo a flagrante expropriação de terras palestinas”, prosseguiu al-Qanou.

A decisão do comitê, observou o porta-voz, reafirma a cumplicidade do sistema de ensino israelense com o projeto colonial sionista.

“Trata-se de uma violação da lei internacional e resoluções relevantes, que condenam a expansão colonial às custas de terras palestinas”, concluiu al-Qanou.

LEIA: Universidade de al-Quds sugere criar aliança de doadores em apoio a Jerusalém

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments