Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel nega entrada de delegação da União Europeia na Palestina

Manu Pineda no Parlamento Europeu, em 20 de abril de 2022 [Thierry Monasse/Getty Images]

Uma delegação do Parlamento Europeu cancelou uma viagem aos territórios palestinos ocupados ontem depois que o presidente do grupo, Manu Pineda, foi impedido de entrar em Israel, informou a agência de notícias Wafa.

O membro espanhol do Parlamento Europeu e presidente da delegação do parlamento para as relações com a Palestina estava programado para viajar aos territórios palestinos ocupados com um grupo de legisladores europeus para revisar a situação no terreno após o assassinato da jornalista palestina da Al Jazeera Shireen Abu Akleh.

No entanto, tardiamente, o grupo foi informado de que a missão não poderia prosseguir conforme o planejado devido ao que foi descrito como uma “decisão unilateral” tomada pelas autoridades israelenses.

“Israel está bloqueando o trabalho do Parlamento Europeu”, disse Pineda, acrescentando que a delegação também teve o acesso negado à Faixa de Gaza sitiada.

Ele compartilhou a carta do Ministério das Relações Exteriores de Israel, que afirma que as forças de ocupação “não podem permitir a visita a Gaza de delegações com filiação política e legisladores”.

LEIA: Vinte mil apartamentos estão ameaçados de demolição em Jerusalém ocupada, alerta Autoridade Palestinas

Em resposta, a presidente do Parlamento Europeu, Roberta Metsola, que está atualmente em Israel para se encontrar com o presidente, Isaac Herzog, e o primeiro-ministro, Naftali Bennett, disse no Twitter que lamentava a decisão de Israel de recusar a entrada em Pineda e levaria a decisão diretamente às autoridades israelenses durante sua Visita.

“O respeito pelos eurodeputados e pelo Parlamento Europeu é essencial para boas relações”, afirmou.

Pineda agradeceu a Metsola por seus comentários e pediu que ela “aplicasse a reciprocidade em nossa instituição até que a decisão fosse revertida”.

“É importante que estejamos unidos para defender o Parlamento Europeu”, disse.

A delegação do Parlamento Europeu para as relações com a Palestina tem 18 membros e informa a legislatura da União Europeia sobre a evolução política, econômica e de direitos humanos nos territórios ocupados.

Categorias
IsraelNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioPalestinaUnião Europeia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments