Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Catar está pronto para mediar diálogo entre Irã, UE e EUA

Emir sheikh Tamim bin Hamad al-Thani do Catar, em 26 de março de 2022 [Karim Jaafar/AFP via Getty Images]

O emir do Catar, sheikh Tamim Bin Hamad Al-Thani, anunciou, na quarta-feira (18), que seu país está pronto para mediar o diálogo entre Irã, União Europeia e EUA em relação ao acordo nuclear, informou a Agência Anadolu.

Isso ocorreu durante uma coletiva de imprensa conjunta realizada em Berlim com o chanceler alemão Olaf Scholz, que confirmou que o Catar desempenharia um “papel central” na nova estratégia energética da Alemanha.

No domingo, o sheikh Tamim iniciou uma digressão que inclui Eslovénia, Espanha, Alemanha, Grã-Bretanha, França e Suíça para participar da Agenda de Davos entre 22 e 26 de maio.

“Reiteramos a importância da cooperação entre o Irã, a UE e os EUA”, afirmou o sheikh Tamim, enfatizando a importância de resolver pacificamente as diferenças pendentes.

Ele expressou esperança de que um acordo nuclear seja alcançado muito em breve.

LEIA: A guerra na Ucrânia e as três oligarquias norte-americanas que controlam a política externa dos EUA

Em meados de abril, o Irã anunciou a suspensão das negociações sobre o acordo nuclear devido a uma mudança repentina no comportamento e nas opiniões dos EUA.

Sheikh Tamim compartilhou que seu país fez recentemente grandes investimentos em gás natural liquefeito (GNL) e ficaria feliz em contribuir para a estabilidade dos mercados de energia.

“Tudo o que pudermos fornecer para a segurança energética na Europa, mesmo durante este período, garantiremos que possamos fornecer”, prometeu.

Scholz acrescentou: “A Alemanha desenvolverá ainda mais sua infraestrutura energética para que possamos importar uma quantidade suficiente de gás natural liquefeito por navios. Aqui, em nossa estratégia, o Catar desempenha um papel central”.

Categorias
Ásia & AméricasCatarEstados UnidosIrãNotíciaOrganizações InternacionaisOriente MédioUnião Europeia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments