Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Soldados sudaneses e sauditas são mortos no Iêmen

Tribos iemenitas ocupam posições durante a luta contra os houthis na cidade de Marib, em 27 de junho de 2016 [Abdullah Al-Qadry/AFP/Getty Images]

As forças houthis no Iêmen mataram pelo menos 80 soldados sudaneses e 15 sauditas que lutavam dentro da coalizão árabe liderada pela Arábia Saudita durante uma operação militar na cidade de Haradh, província de Hajjah, informou ontem um canal pró-houthi.

A TV Al-Masirah citou uma fonte militar não identificada dizendo que as forças houthis limparam “dezenas” de vilarejos e outros locais a oeste de Haradh durante uma operação “maciça” contra as forças da coalizão. Observou que a operação militar continuou por dois dias inteiros, durante os quais os houthis assumiram o controle de uma área de 54 quilômetros quadrados. Segundo a fonte, mais de 500 soldados sudaneses e sauditas foram mortos ou feridos durante a operação.

A mesma fonte explicou ainda que as forças houthis apreenderam equipamentos militares, incluindo veículos blindados, tanques e armas pesadas e médias durante a operação.

O Iêmen testemunhou a guerra por sete anos entre forças leais ao governo apoiado pela Arábia Saudita e os houthis apoiados pelo Irã. Estes últimos controlam várias províncias, incluindo a capital, Sanaa, desde setembro de 2014.

Segundo a ONU, até o final do ano passado, 377 mil pessoas foram mortas na guerra. A economia iemenita perdeu cerca de US$ 126 bilhões, enquanto a maioria da população de cerca de 30 milhões de pessoas agora depende de ajuda humanitária.

LEIA: Houthis torturaram três jornalistas no Iêmen, diz grupo de direitos humanos

Categorias
ÁfricaArábia SauditaIêmenNotíciaOriente MédioSudão
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments