Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Talibã aprova primeiro orçamento após tomada do Afeganistão

Um cambista segura notas afegãs em um mercado de câmbio ao longo de uma estrada em Kandahar, em 20 de setembro de 2021 [Javed Tanveer/AFP/Getty Images]

O governo do Talibã aprovou seu primeiro orçamento desde a tomada do Afeganistão em agosto passado, disse o Ministério das Finanças na sexta-feira, conforme a Agência Anadolu.

O orçamento de US$ 524 milhões cobrirá o primeiro trimestre de 2022 e é quase inteiramente dedicado ao financiamento de instituições governamentais, disse o ministério em comunicado.

O ministério quer distribuir o orçamento aprovado a todas as instituições estatais o mais rápido possível para evitar transtornos no país, acrescentou.

Ele disse que cerca de US$ 478 milhões no orçamento são alocados para instituições governamentais e US$ 46 milhões são destinados a despesas de desenvolvimento.

O orçamento aprovado foi o primeiro a excluir a ajuda externa ao Afeganistão após 20 anos de ocupação norte-americana.

Depois que o Talibã chegou ao poder em 15 de agosto de 2021, a ajuda externa ao Afeganistão foi cortada, levando a sérios desafios econômicos.

O Banco Mundial, o Fundo Monetário Internacional (FMI) e o Federal Reserve dos EUA cortaram o acesso do Afeganistão a fundos internacionais.

O desemprego, a pobreza e a fome atingiram níveis alarmantes no Afeganistão.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) anunciou que o número de pessoas que enfrentam insegurança alimentar aguda no Afeganistão é de pelo menos de 18,8 milhões, e esse número deve aumentar para 22,8 milhões durante o inverno.

Alertando sobre a deterioração das condições, o chefe da ONU, Antonio Guterres, também pediu ao Banco Mundial que libere imediatamente US$ 1,2 bilhão para ajudar o Afeganistão e seu povo.

LEIA: Delegação do Talibã encontra-se com opositores no Irã

Categorias
AfeganistãoÁsia & AméricasEUANotícia
Show Comments
Show Comments