Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Ennahda acusa autoridades da Tunísia de controlar a mídia

Pessoas se reúnem para protestar contra as 'decisões extraordinárias' do presidente tunisiano Kais Saied em Túnis, Tunísia, em 17 de dezembro de 2021 [Yassine Gaidi/Agência Anadolu]

O Partido Renascença da Tunísia, Ennahda, acusou as autoridades do país de “esforçar-se para colocar uma mão política e de segurança na mídia pública”.

“A supressão de direitos e liberdades se manifestou na privação dos partidos políticos de aparecer na mídia pública e no golpe contra o direito dos sindicatos de fazer greves, protestar e negociar para melhorar as condições deterioradas desse setor”, disse o Ennahda em comunicado divulgado nessa quinta-feira.

Em 25 de julho, o presidente Kais Saied depôs o governo, suspendeu o parlamento e assumiu o poder executivo.

Ele insistiu que as “medidas excepcionais” visavam “salvar” o país, mas os críticos o acusam de planejar um “golpe”.

O Ennahda, que foi fundado em 1981 e é o maior partido do parlamento tunisiano, agora suspenso, chamou as acusações de “politizadas” e exigiu que a suspensão fosse cessada imediatamente.

O chefe do Sindicato dos Jornalistas, Mahdi al-Jelassi, disse em comunicado à imprensa na terça-feira que “há uma decisão política de impedir que todos os partidos entrem na televisão pública e participem de seus programas, o que representa um grande revés para a liberdade de imprensa no país”.

No entanto, Awatef al-Saqrouni, diretor-geral da Televisão Pública, disse em comunicado à imprensa no mesmo dia que “não há decisão ou instrução de nenhum partido para impedir a ação de partidos políticos”.

O Ennahda também alertou em seu comunicado para o “perigo de continuar a retórica de incitação contra o judiciário e os juízes”.

Ele instou “todas as partes a se posicionarem firmemente contra qualquer tentativa de atingir ganhos constitucionais para garantir a independência do judiciário, sobretudo o Conselho Judiciário Supremo”.

LEIA: Ennahda da Tunísia ameaça processar quem espalhar notícias falsas

Categorias
ÁfricaNotíciaTunísia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments