Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

‘Dia de raiva’ reúne no Líbano protesto contra más condições de vida

Manifestantes bloqueiam estradas e ruas enquanto queimam pneus durante protesto contra a crise econômica em Beirute, Líbano, em 29 de novembro de 2022 [Houssam Shbaro/Agência Anadolu]

Pessoas no Líbano foram às ruas, na quinta-feira, em várias cidades no que os manifestantes chamaram de “dia de raiva” contra a deterioração das condições de vida, a queda livre da moeda libanesa e um forte aumento nos preços dos combustíveis, informou a Agência Anadolu.

Os protestos ocorreram após um chamado de Bassam Tlais, chefe do Sindicato dos Transportes Terrestres, pedindo às autoridades que subsidiem os preços dos combustíveis e forneçam compensações para ajudá-los a lidar com as despesas crescentes.

Vamos “às ruas e anunciar um dia de ira em massa”, disse Tlais, pedindo às pessoas que “não acreditem nas promessas do governo”.

Os manifestantes bloquearam todas as principais estradas e rodovias da capital, Beirute, e seus subúrbios. As estradas também foram bloqueadas em Trípoli, Sidon e Bekaa.

Enquanto as universidades e escolas estavam fechadas, muitos não conseguiam chegar ao trabalho por causa de bloqueios nas estradas.

O presidente do Sindicato Geral dos Trabalhadores, Bechara Al-Asmar, elogiou os comícios como um sucesso, dizendo: “Esse é um apelo para que os funcionários cumpram seus papéis e deveres para com o povo”.

LEIA: Líbano sai às ruas contra o colapso da moeda nacional

A Human Rights Watch, em seu Relatório Mundial 2022, disse que as autoridades libanesas “corruptas e incompetentes” mergulharam deliberadamente o país em uma das piores crises econômicas dos tempos modernos, demonstrando um desrespeito aos direitos da população.

Quase 80 por cento da população do Líbano vive agora abaixo da linha da pobreza, com 36 por cento na pobreza extrema.

A libra libanesa perdeu 90% de seu valor desde outubro de 2019, corroendo a capacidade das pessoas de acessar bens básicos, incluindo alimentos, água, saúde e educação, enquanto a escassez de combustível causou apagões generalizados de eletricidade.

As negociações estão em andamento entre as autoridades libanesas e o FMI para um programa de resgate.

Categorias
LíbanoNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments