Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Adolescente suicida-se no Egito por fotos adulteradas online; dois homens são presos

1
Basant Khaled, egípcia de 17 anos [@ Wirjil / Twitter]

Dois homens foram presos no Egito por compartilharem online fotos adulteradas de uma adolescente de 17 anos, nas quais aparece supostamente nua.

Basant Khaled cometeu suicídio devido ao incidente.

Sua irmã afirmou ao noticiário local que um dos rapazes pediu para sair com Basant; rejeitado, ele e seu amigo criaram as montagens e divulgaram na internet.

Ambos fugiram para sua aldeia natal, Gharbuyah, na província do Delta do Nilo, onde permaneceram escondidos.

Após as imagens circularem, colegas e mesmo professores assediaram Basant. Segundo relatos, seu pai não acreditou que as imagens foram adulteradas. A jovem entrou em depressão e cometeu suicídio ao ingerir comprimidos tóxicos.

“Mãe, espero que você entenda que não sou essa garota”, escreveu Basant em sua nota de suicídio. “Essas imagens são falsas, juro por Deus”.

Uma hashtag em árabe manifestou apoio a Basant e indignação contra o assédio online.

De acordo com a organização de direitos das mulheres Belady, formas de “chantagem eletrônica” tornaram-se mais comuns nos últimos meses, nas quais imagens ou vídeos particulares são publicados online a fim de explorar as mulheres sexualmente.

LEIA: Mais de 100.000 pessoas assinam petição pela liberdade de Ramy Shaath

Categorias
ÁfricaEgitoNotícia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments