Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Empresário quer dar ao café turco o lugar que ele merece

Um trabalhador serve café durante o Festival do Café de Istambul (ICF) no Parque Kucukciftlik em Istambul, Turquia, em 20 de setembro de 2018 [Veli Gürgah/Agência Anadolu]
Um trabalhador serve café durante o Festival do Café de Istambul (ICF) no Parque Kucukciftlik em Istambul, Turquia, em 20 de setembro de 2018 [Veli Gürgah/Agência Anadolu]

Assim como há o Dia Mundial do Café em 1 ° de outubro, a Turquia quer transformar o dia 5 de dezembro no “Dia Mundial do Café Turco”, dando a todos na Times Square de Nova Iorque um gostinho da bebida tradicional, disse um empresário turco, segundo a Agência Anadolu.

Murat Kolbasi, presidente da Arzum Electrical Home Appliances e membro do Conselho de Administração da Associação Turca de Cultura e Pesquisa do Café, disse à Agência Anadolu que as empresas de grãos de café reconhecem o café turco.

Kolbasi disse que os grãos de café só podem ser cultivados em países quentes do equador, mas 80 por cento desse negócio é mundial. Ele explicou que países como Suíça, Alemanha, Holanda e Estados Unidos estão processando, vendendo e servindo o café.

Observando que eles estão trabalhando para preparar o Dia Mundial do Café Turco em 5 de dezembro, ele disse que o café turco merece um dia especial, assim como o Dia Mundial do Café em 1º de outubro.

LEIA: Turquia exibe ‘Trabalho da Humanidade’ pelo fim do lixo no mar

“Gostaríamos de permitir que o café turco fosse degustado na Times Square por todos que estiverem em Nova Iorque no dia 5 de dezembro. Fizemos isso em uma data diferente anteriormente, mas agora o 5 de dezembro é muito importante para nós. Esse projeto se desenvolveu este ano. Estamos muito bem-preparados”, afirmou.

‘Peça café turco em cafés e restaurantes no exterior’

“Peço a todo cidadão turco que vai para o exterior: mesmo que você não veja café turco no cardápio de um café ou restaurante, peça. O café turco virá para esse cardápio, de alguma forma.

“Essa é uma consciência nacional. Para que possamos fazer isso, devemos pedir persistentemente o café turco no exterior”, disse Kolbasi.

“Temos empresas que fazem um café turco muito bom, em xícaras e máquinas. Vamos distribuí-lo para todo o mundo. Queremos divulgar nosso café pela adivinhação, porque a cultura da cartomante é muito difundida no exterior. Chama muita atenção”, ele disse.

Referindo-se à razão pela qual o café turco não é tão comum quanto o expresso, Kolbasi disse: “Isso é sobre o início tardio do método de aquecimento elétrico. A capacidade dos aparelhos elétricos de aquecer água e fazer café ou chá remonta rapidamente à década de 1890, a primeira chaleira… A primeira máquina de café de filtro nos anos 1920, o expresso nos anos 1940… É o caso também nos anos 2000. Até 2002 era muito difícil fazer café turco com um produto elétrico fora do fogão”.

“Mesmo assim, o café turco é diferente dos hábitos de máquina das cafeterias do mundo”, acrescentou.

‘10 por cento do café mundial é consumido na forma de café turco’

Observando que ficou muito fácil fazer café turco no exterior, ele disse que hoje 15 marcas turcas e cinco marcas internacionais produzem máquinas de café turco.

“De acordo com nossa pesquisa, 10 por cento do café consumido no mundo é consumido na forma de café turco”, disse Kolbasi.

“Em 2008, estabelecemos a Associação Turca de Cultura e Pesquisa do Café. Tentamos lembrar às pessoas a conscientização sobre o café turco em nosso país e, então, nos inscrevemos na Unesco.

“Pela primeira vez na história, a Unesco registrou uma bebida líquida como um ‘patrimônio cultural imaterial’ em 5 de dezembro de 2013 na capital do Azerbaijão, Baku.”

“A Grécia e a Itália se opuseram enquanto isso estava sendo feito lá. A Itália nos disse: ‘Vocês vieram com um arquivo que, se nós protestarmos, você nos levará o expresso’”, acrescentou.

“Temos ativos como o café turco e a delícia turca que têm um nome turco pela frente e são muito conhecidos no mundo.”

“A colaboração de qualquer empresa que se tornou marca no mundo com a cultura do país em que está inserida, proporciona benefícios significativos ao nível da percepção. Cultura e marca desenvolvem-se em conjunto.”

“Ninguém deve desistir de outros cafés, mas dê ao café turco o lugar que ele merece. Porque, por trás do fato de que outros cafés podem ser bebidos hoje, há uma história de 600 anos do café turco.”

LEIA: Baklava de pistache turco

 

Categorias
Europa & RússiaNotíciaTurquia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments