Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Cinco cadeiras parlamentares são alteradas no Iraque após recontagem manual de votos

A recontagem manual das urnas contestadas nas eleições parlamentares do Iraque, realizadas em outubro, afetou apenas cinco cadeiras em cino províncias

A recontagem manual das urnas contestadas nas eleições parlamentares do Iraque, realizadas em outubro, afetou apenas cinco cadeiras em cinco províncias, disse ontem a Comissão Independente de Eleições Altas (IHEC, na sigla em inglês).

“Gostaríamos de sublinhar aqui que a comissão está empenhada em lidar com os resultados de acordo com a lei e com a vontade do povo iraquiano”, disse o presidente do Conselho de Comissários do IHEC, juiz Jalil Adnan Khalaf, em um discurso televisionado.

As cinco províncias são Nínive, Erbil, Kirkuk, Basra e Bagdá.

O juiz Adnan disse que, de 22 milhões de pessoas qualificadas para votar, apenas 9,6 milhões realmente o fizeram.

Com os novos resultados, o movimento sadrista permanece na liderança com 73 cadeiras em 329, seguido pelo grupo Taqadum do presidente do parlamento sunita, Mohammed Al-Halbousi, com 37 cadeiras, e o bloco de Estado de Direito do ex-primeiro-ministro Nouri Al Maliki ficou em terceiro com 33 cadeiras.

Os resultados anunciados ontem serão enviados ao Supremo Tribunal Federal para homologação hoje.

Os resultados iniciais enfrentaram objeções generalizadas de facções xiitas influentes que perderam muitos de seus assentos.

LEIA: Líder paramilitar iraquiano nega acusações de assassinato contra premiê

Categorias
IraqueNotíciaOriente MédioVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Show Comments