Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Bulgária mobiliza 350 soldados para impedir a entrada de imigrantes sírios e afegãos

Um carro da Polícia de Fronteira búlgara guarda a fronteira terrestre entre a Bulgária e a Turquia enquanto um helicóptero decola, em 15 de setembro de 2021, em Rezovo, Bulgária. [Hristo Rusev/Getty Images]
Um carro da Polícia de Fronteira búlgara guarda a fronteira terrestre entre a Bulgária e a Turquia enquanto um helicóptero decola, em 15 de setembro de 2021, em Rezovo, Bulgária. [Hristo Rusev/Getty Images]

A Bulgária enviou 350 tropas e equipamentos militares para reforçar os controles ao longo de suas fronteiras com a Turquia e a Grécia a fim de evitar a entrada de migrantes, disse hoje o Ministério da Defesa búlgaro de acordo com a Reuters.

A Bulgária, membro da União Européia, que faz fronteira com a Turquia e com a Grécia ao sul, tem experimentado um aumento gradual na chegada de migrantes desde julho.

A Bulgária deteve cerca de 6.500 migrantes, principalmente do Afeganistão e da Síria, nos primeiros nove meses do ano, três vezes mais do que no mesmo período de um ano atrás, mostraram dados da polícia de fronteira.

Os números estão muito abaixo dos influxos que o país dos Balcãs sofreu durante a crise dos migrantes em 2015, quando construiu uma cerca de arame farpado ao longo de sua fronteira de quase 300 quilômetros com a Turquia.

Quase um milhão de pessoas, principalmente refugiados sírios, chegaram à UE em 2015, após atravessar para ilhas gregas próximas à Turquia. Desde a tomada do Afeganistão pelos Talibãs em agosto, muitos Estados da UE temem uma repetição dessa crise.

O Ministro da Defesa Georgi Panayotov disse que a pressão nas fronteiras da Bulgária não está, por enquanto, em níveis preocupantes.

O país está situado em uma das rotas que os migrantes do Oriente Médio e do Afeganistão utilizam para entrar na UE. A maioria deles não está planejando permanecer no estado membro mais pobre do bloco, mas está procurando se mudar para países mais ricos da Europa Ocidental.

LEIA: Mais de 2.500 sírios solicitam asilo na Holanda

Categorias
AfeganistãoÁsia & AméricasBulgáriaEuropa & RússiaGréciaNotíciaOriente MédioSíriaTurquia
Show Comments
Show Comments