Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Juíza da Argentina expulsa israelense suspeito de assassinato por miar

Um suposto assassino israelense, acusado de matar sua mãe e tia, foi removido de um tribunal depois de responder com um miado 55 vezes durante a audiência

 

 

Um suposto assassino israelense, acusado de matar sua mãe e tia, foi removido de um tribunal depois de responder com um som miado 55 vezes durante a audiência na terça-feira.

Apelidado de “Homem-Gato”, Nicolas Gil Pereg, de 40 anos, supostamente escondeu os corpos de sua mãe, Pyrhia Saroussy, 63, e da tia, Lily Pereg, 54, que viajou para a Argentina para encontrá-lo em 2019, no subterrâneo em sua em sua casa em Guaymallen, nos arredores de Mendoza, Argentina.

A juíza Laura Guajardo advertiu Nicolas para que parasse de agir e disse-lhe que, se ele desejasse permanecer no tribunal, deveria fazê-lo em silêncio, com respeito e mantendo o decoro.

No entanto, além de miar repetidamente como um gato, Nicolasis também teria tirado a roupa e urinado na frente dos magistrados durante as audiências judiciais anteriores.

A polícia armada levou embora o culpado desgrenhado, que aproveitou o barulho do gato para responder quando lhe perguntaram seu nome e número de identidade.

Nicolas, que costumava ser conhecido como Floda Reltih, ou Adolf Hitler ao contrário, havia perguntado ao juiz se ele poderia levar seus gatos de estimação com ele ao hospital psiquiátrico onde está detido durante o julgamento.

O promotor Fernando Guzzo, combatendo as alegações de que Pereg é mentalmente incapaz de ser julgado, disse ao júri de seis homens em seu discurso de abertura ao tribunal na terça-feira: “Peço aos membros do júri que não se deixem enganar e latam mais alto”.

Em resposta, o advogado de defesa de Nicolas, Maximiliano Legrand, solicitou que eles “se comportassem como humanos e não latissem como cães”, conforme instruiu o promotor.

A busca pela mãe e pela tia de Nicolas começou depois que o suposto assassino relatou o seu desaparecimento e alegou que elas poderiam ter cruzado a fronteira com o Chile. Demorou duas semanas para encontrarem seus corpos.

LEIA: Relações de Israel com a América Latina, breve balanço

Categorias
ArgentinaÁsia & AméricasIsraelNotíciaOriente MédioVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments