Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Palestina acusa Israel de substituir ‘dois estados’ por regime de apartheid

Cartaz pede fim do apartheid contra o povo palestino durante protesto em frente à embaixada israelense em Varsóvia, Polônia, 15 de maio de 2021 [WOJTEK RADWANSKI/AFP via Getty Images]

O Ministério de Relações Exteriores da Autoridade Palestina acusou Israel de substituir a “solução de dois estados” por um regime de apartheid, ao expandir violações cometidas pela ocupação contra residentes e nativos palestinos, enquanto protege colonos ilegais.

A chancelaria em Ramallah reiterou que Tel Aviv possui responsabilidade direta por ataques, violações e crimes perpetrados por colonos e soldados nas terras ocupadas.

Segundo o comunicado, tais atentados frequentes são “um convite explícito ao caos e a um novo ciclo de violência, como parte de uma decisão formal do governo israelense para substituir a solução de dois estados por um regime de apartheid”.

“O sistema se aprofunda diariamente diante dos olhos da comunidade internacional”, prosseguiu o texto. “Os ataques diários conduzidos por colonos representam uma ferramenta para perpetuar a ocupação e anexar a Cisjordânia ocupada”.

A chancelaria condenou as agressões coloniais contra cidadãos e propriedades palestinas, incluindo recentes ataques contra fazendas de oliveiras na região.

O ministério exortou então a comunidade internacional e o governo dos Estados Unidos a “exercer esforços adequados para proteger o povo palestino e implementar os anseios internacionais por paz, representados pelas resoluções internacionais”.

LEIA: Facebook removeu ‘injustamente’ conteúdo palestino, aponta HRW

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments