Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Rei do Marrocos nomeia ministros

O rei Mohammed VI de Marrocos participa da assinatura de acordos bilaterais no Palácio Real de Agdal, em 13 de fevereiro de 2019, em Rabat, Marrocos [Carlos Alvarez/Getty Images]

O Rei Mohammed do Marrocos nomeou ontem um novo governo após as eleições do mês passado, mantendo os ministros das Relações Exteriores e do Interior, mas nomeando Nadia Fettah Alaoui como ministra das finanças, segundo a Reuters.

Em uma monarquia onde o rei tem a última palavra sobre todas as decisões importantes, a principal tarefa do novo governo será implementar um modelo de desenvolvimento que o palácio encomendou com o objetivo de reduzir a desigualdade, cortar a pobreza e fomentar o crescimento.

Aziz Akhannouch, nomeado primeiro-ministro depois que seu partido liberal RNI chegou em primeiro lugar nas eleições, formou uma coalizão com o PAM liberal e os partidos conservadores Istiqlal.

Os três partidos comandam uma confortável maioria no parlamento, com 270 assentos combinados em comparação com os 198 necessários para aprovar a legislação.

O novo Ministro das Finanças, Alaoui, que foi Ministro do Turismo no governo anterior, será uma das sete mulheres do gabinete, incluindo a ex-presidente da Câmara de Marrakech, Fatima Ezzahra El Mansouri.

O chefe do partido PAM, Abdellatif Ouahbi, foi nomeado ministro da justiça e o líder Istiqlal Nizar Baraka assumiu a pasta de equipamentos e água.

O partido islâmico moderado PJD, que havia sido o maior após as duas eleições anteriores e cujos líderes serviram como primeiros-ministros desde 2011, sofreu uma dura derrota e disse que se juntaria à oposição junto com os partidos de esquerda.

LEIA: Israel vendeu armas secretamente ao Marrocos

Categorias
ÁfricaMarrocosNotícia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments