Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Chanceler da Líbia confirma início da saída de mercenários do país

Ministra de Relações Exteriores da Líbia Najla Mangoush e sua contraparte do Kuwait, Ahmed Nasser al-Mohammed al-Sabah, na Cidade do Kuwait, 3 de outubro de 2021 [Jaber Abdulkhaleg/Agência Anadolu]
Ministra de Relações Exteriores da Líbia Najla Mangoush e sua contraparte do Kuwait, Ahmed Nasser al-Mohammed al-Sabah, na Cidade do Kuwait, 3 de outubro de 2021 [Jaber Abdulkhaleg/Agência Anadolu]

Alguns combatentes estrangeiros já deixaram o território líbio, ao passo que o governo busca mobilizar ajuda internacional para remover os mercenários restantes, confirmou neste domingo (3) a Ministra de Relações Exteriores da Líbia Najla Mangoush.

“Os relatos estão corretos; há um início bastante modesto”, declarou a chanceler durante coletiva de imprensa realizada na Cidade do Kuwait, ao lado de sua contraparte local, Ahmed Nasser al-Mohammed al-Sabah.

“Ainda buscamos uma ordenação mais abrangente”, acrescentou a ministra.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), ao longo dos anos, os lados em confronto na Líbia levaram enormes contingentes contratados ao país, incluindo o grupo russo Wagner e combatentes da Síria, Sudão e Chade.

Um acordo no primeiro semestre deste ano determinou a retirada das tropas estrangeiras do país, a fim de preparar terreno para eleições livres em dezembro próximo.

LEIA: Como dois líderes, com décadas de diferença, imaginaram a União Africana

Categorias
ÁfricaKuwaitLíbiaNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments