Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Egito libera bens dos filhos de ex-presidente

Alaa e Gamal Mubarak, filhos do ex-presidente egípcio Hosni Mubarak, sentam-se dentro da prisão dos réus no tribunal da Academia de Polícia do Cairo, em 22 de fevereiro de 2020 [AFP/Getty Images]

As autoridades egípcias descongelaram ontem os fundos de Alaa e Gamal, filhos do falecido presidente Hosni Mubarak, e de suas famílias, após uma decisão emitida pela Comissão de Exame e Investigação.

A decisão incluiu: “Fim da ordem de proibição nº 3 de 2011, relacionada a cada filho de Muhammad Hosni Al-Sayed Mubarak e sua esposa, Suzanne Saleh Mustafa Thabet, Alaa e Gamal Mubarak”.

Relatórios egípcios disseram que a decisão de suspender o congelamento de ativos do dinheiro da família Mubarak foi o resultado de sua absolvição nos casos em que foram anteriormente acusados.

Mubarak morreu em 25 de fevereiro de 2020; ele e seus dois filhos foram julgados por várias acusações, mas foram declarados inocentes em todos os casos, exceto em um caso relacionado à apreensão de fundos destinados aos palácios presidenciais.

Em março, a União Europeia (UE) suspendeu as sanções impostas a Mubarak e à sua família na sequência da eclosão da revolução de 25 de janeiro de 2011, num contexto de suspeitas de roubo de fundos estatais.

Na época, o comunicado da UE disse que essas sanções tinham como objetivo “ajudar as autoridades egípcias a recuperar ativos estatais desviados” e concluiu que as ordens “serviam ao seu propósito”.

LEIA: Grupos de direitos humanos pressionam Egito a libertar Mocha, sob risco de suicídio

Categorias
ÁfricaEgitoNotícia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments