Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Muitos países querem que Haftar concorra à presidência da Líbia

O autoproclamado chefe do Estado-Maior do Exército Nacional da Líbia (LNA), Khalifa Haftar, chega para uma conferência sobre a Líbia, em 12 de novembro de 2018 [Filippo Monteforte/AFP via Getty Images]

Ramzi Al-Rumaih, o assessor sênior do renegado general líbio Khalifa Haftar, afirmou que muitos países querem que Haftar concorra à presidência, informou a RT na sexta-feira.

Em declarações à RT, Al-Rumaih afirmou que a candidatura de Haftar à presidência foi proposta há anos, observando que muitos países apoiam a sua candidatura.

Ele também afirmou que muitos líbios pediram que Haftar se candidatasse à presidência, porque “acreditam que o país está sofrendo de uma crise de segurança”.

Al-Rumaih acrescentou: “O Comando Geral completou sua missão no leste da Líbia – livrando-se dos terroristas. O Comando Geral planejava libertar Trípoli das milícias, mas os lados internacionais minaram seus esforços”.

LEIA: ONU vai sondar avião que supostamente transportava armas para Haftar, da Líbia

Haftar goza de amplo apoio popular no leste e no sul da Líbia, “mas o problema está apenas no Ocidente, onde Haftar precisa de alianças”, afirmou Al-Rumaih.

Ao mesmo tempo, ele disse que questões jurídicas locais e internacionais impedem Saif Al-Islam Gaddafi de concorrer à presidência. “Acho que existe um veto internacional contra sua candidatura”, afirmou.

Quanto a Aquila Saleh, Al-Rumaih não espera que ele se candidate à presidência, pois ainda é o presidente do parlamento.

Categorias
ÁfricaLíbiaNotícia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments