Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Arábia Saudita cogita compra de sistema de defesa israelense

Sistema de defesa israelense Domo de Ferro, em 25 de fevereiro de 2016 [AFP/Gil Cohen-Magen/Getty]

A Arábia Saudita contactou Israel sobre a possibilidade de adquirir sistemas de defesa de mísseis fabricados pela ocupação, segundo a revista especializada Breaking Defense.

Riad considera a compra de duas alternativas: o Domo de Ferro, fabricado pela corporação militar Rafael, e o Barak ER, produzido pela Indústria Aeroespacial de Israel (IAI).

Fontes israelenses afirmaram à reportagem que o acordo em questão é “bastante realista”, desde que haja aprovação de Washington. Uma fonte observou ainda que o “interesse [saudita] nos sistemas israelenses chegou a um estágio prático”.

As mesmas fontes disseram que Riad conduz conversas de bastidores com Tel Aviv há anos, sobre a permuta de tais sistemas. As negociações ganharam tração quando tornou-se claro que a Casa Branca removeria recursos de defesa aérea da monarquia.

Os Estados Unidos já removeram baterias THAAD e Patriot da base aérea de Prince Sultan, na periferia da capital saudita. Os itens militares foram instalados no reino em 2019, após um ataque contra instalações petrolíferas.

Riad acusou o movimento iemenita houthi, ligado a Teerã, cujos foguetes de médio e longo alcance são frequentemente interceptados por sistemas de defesa área concedidos por Washington, pelo atentado em questão.

Na atual conjuntura, é considerado improvável que o governo de Joe Biden obstrua um acordo entre Israel e Arábia Saudita.

De fato, a compra de armas israelenses deve se acelerar com a normalização dos laços entre regimes árabes e a ocupação, a partir dos chamados Acordos de Abraão, promovidos por Donald Trump em seu fim de mandato.

LEIA: Aniversário do príncipe herdeiro da Arábia Saudita é marcado com uma mensagem de suas vítimas

A monarquia árabe, não obstante, insiste que a plena normalização com Israel é condicionada ao fim da ocupação militar dos territórios palestinos.

O general da reserva Giora Elland — ex-diretor do Conselho de Segurança Nacional de Israel e ex-comandante do Departamento de Planejamento das Forças de Defesa de Israel (FDI) — alegou esperar que Washington permita a venda a “amigos do Golfo”.

Entretanto, o regime saudita avalia ainda outras opções de compra, sobretudo sistemas de defesa comercializados por China ou Rússia.

Domo de Ferro, sistema de defesa israelense [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

Categorias
Arábia SauditaIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments