Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Queda de avião mata testemunha-chave do julgamento de Netanyahu

Haim Garon, ex-diretor adjunto do Ministério de Comunicações de Israel [Twitter]

Haim Garon, ex-diretor adjunto do Ministério de Comunicações de Israel, faleceu nesta segunda-feira (13) após a queda de um avião de pequeno porte na costa de Samos, ilha grega do Mar Egeu, confirmaram as autoridades relevantes.

Sua esposa, Esti, também faleceu no incidente.

Garon deveria comparecer como testemunha-chave da promotoria no julgamento de Benjamin Netanyahu sobre o chamado Caso 4.000, segundo o qual um assessor próximo do então premiê israelense concedeu informações confidenciais a gigantes locais de telecomunicação.

“A aeronave caiu a cerca de uma milha ao sul do aeroporto”, reportou um oficial.

Netanyahu está no centro de três outros escândalos políticos: o Caso 1.000 examina “presentes” recebidos pelo ex-premiê e sua esposa de empresários; o Caso 2.000 denuncia a compra de cobertura de mídia; o Caso 3.000 — ou “escândalo do submarino” — investiga desvio de recursos na compra milionária de embarcações de uma empresa alemã.

LEIA: Julgamento de Netanyahu por corrupção é adiado pela terceira vez

Categorias
Europa & RússiaGréciaIsraelNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments