Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Turquia condena acusação da Liga Árabe de ‘interferência regional’

Líderes mundiais posam para uma foto durante a Conferência de Bagdá para Cooperação e Parceria em Bagdá, Iraque, em 28 de agosto de 2021 [Corte Real Hachemita / Folheto - Agência Anadolu]

A Turquia condenou uma declaração da Liga Árabe dizendo que Ancara está interferindo nos assuntos regionais. A alegação é um golpe para os recentes esforços de reconciliação entre a Turquia e os membros da organização.

A declaração da Liga Árabe foi feita durante uma sessão regular de chanceleres árabes na quinta-feira da semana passada, na qual eles criticaram a intervenção militar da Turquia e a presença em países como a Síria e a Líbia. Eles também condenaram Ancara por supostamente “hospedar grupos extremistas” e fornecer abrigo a eles.

A liga pediu à Turquia que retire todas as suas forças militares da região e “pare de apoiar organizações extremistas e milícias”. Embora não tenha sido especificado sobre quais organizações e milícias a declaração se referia, era provável que fosse uma referência ao apoio de Ancara aos grupos de oposição síria que lutaram contra o regime de Bashar Al-Assad na última década.

O Ministério das Relações Exteriores turco respondeu que “a continuação de alguns membros da Liga Árabe de fazer acusações clichês contra a Turquia para esconder suas ambições e agendas não tem valor para os povos árabes amigos e fraternos”.

LEIA: Ultranacionalistas turcos esquecem que Assad é o inimigo, não os refugiados sírios

O ministério acusou o grupo guarda-chuva de não refletir os “passos positivos” dados nos últimos meses, como visto nos esforços de reconciliação e negociações entre a Turquia e países árabes como Egito e Emirados Árabes.

Em seguida, enfatizou o objetivo de Ancara de “fazer todos os esforços para preservar a soberania, a integridade territorial e a independência dos países árabes”. Também afirmou que suas operações militares na região são legítimas devido à contenção de grupos de milícias curdas e seu apoio ao governo líbio, acrescentando que criticar a preservação da segurança nacional da Turquia é “inaceitável e sem sentido”.

No ano passado, a Liga Árabe fez uma declaração semelhante acusando a Turquia de interferir na região, mas quatro estados árabes em particular – Catar, Líbia, Somália e Djibuti – expressaram suas reservas sobre a alegação.

LEIA: A TurkStream é uma ameaça ao relacionamento da Turquia com os EUA?

Categorias
Europa & RússiaLiga ÁrabeNotíciaOrganizações InternacionaisTurquia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments