Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Talibã afirma querer construir relações com todos os países, exceto Israel

O negociador talibã Suhail Shaheen participa de uma coletiva de imprensa, em Moscou, em 9 de julho de 2021 [DIMITAR DILKOFF/AFP via Getty Images]

O Talibã anunciou que seu governo pretende estabelecer laços e relações diplomáticas com todos os países do mundo, com exceção de Israel.

De acordo com o porta-voz do grupo, Suhail Shaheen, que falou com a agência de notícias estatal russa Sputnik, o grupo permitirá até mesmo o desenvolvimento de relações com os Estados Unidos, que ocuparam o Afeganistão durante duas décadas.

LEIA: O controle do Talibã sobre o Afeganistão afetará a segurança de Israel, alerta ex-ministro

“Se os Estados Unidos quiserem ter uma relação conosco, o que poderia ser do interesse de ambos os países e de ambos os povos, e se eles quiserem participar da reconstrução do Afeganistão, são bem-vindos”, declarou Shaheen. Ele descartou um país, porém, revelando que “é claro que não teremos nenhuma relação com Israel. Queremos ter relações com outros países, [mas] Israel não está entre esses países”.

O anúncio do porta-voz vem um mês depois de ter sido implicado em uma controvérsia relacionada ao canal israelense Kan, ao qual ele deu uma entrevista. Shaheen insistiu depois que não sabia que o canal era israelense, porém, dizendo que “alguns jornalistas podem estar mascarados, mas eu não dei [uma] entrevista com ninguém que se apresente [que] ele é de uma mídia israelense”.

O antigo governo afegão, que o Talibã derrubou recentemente, também não tinha relações oficiais com Tel Aviv.

LEIA: Afeganistão, enfim livre do jugo imperial norte-americano

Categorias
AfeganistãoÁsia & AméricasEstados UnidosIsraelNotíciaOriente Médio
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments