Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Aeroporto de Cabul reabre para receber socorro e reinicia voos domésticos

Um trabalhador faz a manutenção de um avião da Ariana Afghan Airlines na pista do aeroporto de Cabul, em 10 de janeiro de 2002, em Cabul, Afeganistão [Foto de Paula Bronstein/Getty Images]
Um trabalhador faz a manutenção de um avião da Ariana Afghan Airlines na pista do aeroporto de Cabul, em 10 de janeiro de 2002, em Cabul, Afeganistão [Foto de Paula Bronstein/Getty Images]

A Ariana Afghan Airlines retomou alguns voos no Afeganistão entre Cabul e três grandes cidades provinciais no sábado, disse a transportadora, depois que uma equipe técnica do Catar reabriu o aeroporto da capital para ajuda e serviços domésticos, relatou a Reuters.

Os voos entre Cabul e a cidade de Herat, no oeste do país, Mazar-i Sharif, no norte do Afeganistão, e Kandahar, no sul, já começaram, disse a companhia aérea em um comunicado em sua página no Facebook.

Dezoito milhões de afegãos, metade do país, dependem de ajuda humanitária; cerca de 3 milhões sofreram deslocamentos internos [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

Dezoito milhões de afegãos, metade do país, dependem de ajuda humanitária; cerca de 3 milhões sofreram deslocamentos internos [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

“A Ariana Afghan Airlines está orgulhosa de retomar seus voos domésticos”, disse a agência.

Mais cedo, o embaixador do Catar no Afeganistão informou que uma equipe técnica foi capaz de reabrir o aeroporto de Cabul para receber ajuda, de acordo com o canal de notícias Al Jazeera do Catar.

A pista do aeroporto foi reparada em cooperação com as autoridades do Afeganistão, disse o embaixador, de acordo com a Al Jazeera, em mais um pequeno passo em direção a um retorno à relativa normalidade após a turbulência das últimas três semanas.

A reabertura do aeroporto, uma tábua de salvação vital tanto para o mundo externo quanto para o território montanhoso do Afeganistão, tem sido uma alta prioridade para o Talibã enquanto busca restaurar a ordem após a captura relâmpago de Cabul em 15 de agosto.

O aeroporto de Cabul estava fechado desde o fim do enorme transporte aéreo liderado pelos EUA de seus cidadãos, outros cidadãos ocidentais e afegãos que ajudaram os países ocidentais. O fim da evacuação de dezenas de milhares de pessoas marcou a retirada das últimas forças dos EUA do Afeganistão após 20 anos de guerra.

Milhares de pessoas que queriam deixar o Afeganistão, com medo da vida sob o domínio do Talibã, foram deixadas para trás quando a operação de evacuação terminou no final de agosto.

O Talibã, adversário do Ocidente na guerra de duas décadas que se seguiu aos ataques de 11 de setembro de 2001 aos Estados Unidos, prometeu passagem segura para aqueles que desejam partir.

LEIA: As lutas da África com a descolonização estão sendo reproduzidas no Afeganistão

Categorias
AfeganistãoÁsia & AméricasEstados UnidosNotícia
Show Comments
Show Comments