Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Países árabes têm sete ouros nas Paralimpíadas

Tunisiana Raoua Tlili posa ao lado do placar digital que mostra seu recorde mundial em Tóquio 2020, no Estádio Nacional, Tóquio, Japão, em 27 de agosto de 2021 [Buda Mendes/Getty Images via Paralympic]

Os países árabes conquistaram sete medalhas de ouro até a manhã desta quarta-feira (01) nas Paralimpíadas de Tóquio. Dez nações da região obtiveram troféus. Além dos ouros vindos de Tunísia, Jordânia e Argélia, os atletas árabes também ganharam 13 medalhas de prata e 14 bronzes, em um total de 34 conquistas.

A Tunísia é o país árabe melhor colocado nas Paralimpíadas até o momento. Os tunisianos ganharam três ouros, quatro pratas e um bronze, com oito medalhas no total. O terceiro ouro tunisiano foi conquistado nesta quarta-feira pela já campeã Raoua Tlili (foto acima) no lançamento de disco feminino, com 37,91 metros, batendo os recordes mundial e paralímpico, segundo a agência de notícias Tunis Afrique Presse (TAP).

Raoua Tlili já havia conseguido um primeiro lugar nas Paralimpíadas de Tóquio na última semana no lançamento de peso. Foi o primeiro ouro da Tunísia nos jogos. Ela lançou o peso em 10,55 metros, estabelecendo também um novo recorde mundial. O outro ouro da Tunísia veio do atleta Walid Ktila, no atletismo masculino 100 metros. Ele conseguiu o pódio no começo desta semana e bateu seu recorde anterior.

LEIA: Tunisiana ganha seu quinto ouro paralímpico e quebra o próprio recorde mundial em Tóquio

Os jordanianos obtiveram três medalhas de ouro e uma de bronze. Os primeiros lugares vieram do levantamento de peso masculino, mais de 107 quilos, pelo atleta Jamil Elshebli, do levantamento de peso masculino, 88 quilos, com Abdelkareem Khattab, e do levantamento de peso masculino, 49 quilos, com Omar Qarada.

A Argélia, o outro país árabe que ganhou ouro nas Paralimpíadas, conseguiu a medalha na disputa do judô feminino 52 quilos, com Cherine Abdellaoui. Os argelinos também têm duas medalhas de prata e quatro de bronze, em um total de sete. A Argélia está 45ª colocação nas Paralimpíadas, a Jordânia na 33ª e a Tunísia no 26º lugar.

Também ganharam medalhas de prata e bronze nas Paralimpíadas os países árabes Egito, que está 56º lugar, Marrocos (61º), Iraque (64º), Kuwait (68º), Arábia Saudita (74º), Omã (74º) e Emirados (74º). No ranking geral, a China está em primeiro lugar, o Comitê Paralímpico Russo em segundo e a Grã-Bretanha em terceiro. O Brasil está na sétima posição, com 15 ouros, 12 pratas e 21 bronzes.

Publicado originalmente em Anba

Categorias
ÁfricaÁsia & AméricasJapãoNotíciaOriente Médio
Show Comments
Show Comments