Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Exposição fotográfica ‘Órfãos do Afeganistão’ é atração em São Paulo

Montagem da exposição "Órfãos do Afeganistão" no Al Janiah, São Paulo [alex ribeiro / visormagico]

Durante todo o mês de setembro, o restaurante Al Janiah, em São Paulo, exibe a exposição fotográfica Órfãos do Afeganistão, de Alex Ribeiro. A mostra, que abre nesta quarta-feira (1), pode ser vista gratuitamente até o dia 30 de setembro durante o horário de funcionamento do restaurante, das 18h às 23h. Com cenografia de Ruy Bento Vidal, a instalação tem ao todo 25 fotos impressas em tecidos de um a dois metros.

“A intenção era registrar o dia a dia dos refugiados, destacando mulheres e crianças. Os órfãos do Afeganistão são, na verdade, seu povo refugiado e órfão de seu próprio país”, diz a descrição do evento. As obras foram tiradas durante as três viagens do fotógrafo ao Afeganistão e Paquistão, março de 2001, março de 2002 e dezembro de 2012. Os registros compreendem o final do período que o Talibã estava no poder, a queda do regime e os anos do presidente Hamid Karzai, sem a presença do Talibã.

 

A aproximação de Alex Ribeiro com os afegãos começou ehttps://www.instagram.com/p/CTPZJFsH5RU/m setembro de 2000, quando ele conheceu, pela internet, a RAWA (Associação Revolucionária das Mulheres Afegãs). “Fiquei impressionado pelos relatos de violação dos direitos humanos e a crueldade com que as mulheres afegãs vinham sendo tratadas pelo radicalismo islâmico, que tomou conta do Afeganistão após a ascensão do Taliban”, escreve ele em seu site. Após trocar emails com líderes da associação, ele viajou para o Paquistão (onde está sediada a RAWA) com recursos próprios. “Na época, o Taleban ainda estava no governo do Afeganistão e milhares de afegãos chegavam diariamente às centenas de campos de refugiados localizados na região de Peshawar, primeira cidade paquistanesa após atravessar a fronteira afegã”, diz.

O fotojornalista Alex Ribeiro iniciou a carreira nos anos 80 como repórter fotográfico do extinto jornal Diário do Povo de Campinas. Atuou nos mais importantes jornais paulistanos, como Folha de S. Paulo, Estadão, o icônico Notícias Populares e também como editor de fotografia dos jornais Agora São Paulo e Diário do Comércio SP. E produziu matérias especiais para jornais e revistas, com foco no ser humano e seu cotidiano, passando por Inglaterra, França, Espanha, Andorra, Emirados Árabes, Afeganistão, Paquistão e Índia, registrando o homem em seu planeta e em seu tempo.

Para mais informações sobre este trabalho e outros de Alex Ribeiro, viste o site Visor Mágico

LEIA: O invisível e o não pensado: a galeria Hunna/هُنَّ representa mulheres poderosas do Golfo

Categorias
AfeganistãoAmérica LatinaÁsia & AméricasBrasilNotíciaVídeos & Fotojornalismo
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments