Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

137 refugiados são detidos na Turquia

Vista aérea da Unidade de Comando da Guarda Costeira da Turquia, na região de Van, em 22 de agosto de 2021 [Özkan Bilgin/Agência Anadolu]
Vista aérea da Unidade de Comando da Guarda Costeira da Turquia, na região de Van, em 22 de agosto de 2021 [Özkan Bilgin/Agência Anadolu]

Ao menos 85 refugiados irregulares foram detidos pelas forças de segurança da Turquia neste sábado (28), segundo informações da agência Anadolu.

A gendarmaria turca executou uma operação na cidade de Reyhanli, na província de Hatay, sul do país, após receber uma denúncia sobre os imigrantes.

Quarenta e três refugiados que entraram no país ilegalmente foram detidos e um suspeito de tráfico humano foi encaminhado à polícia. Os refugiados foram levados ao escritório de migração local para procedimentos de rotina.

18 milhões de afegãos, metade do país, precisam de ajuda humanitária; quase três milhões foram internamente deslocados [Sabaaneh/Monitor do Oriente Médio]

Em outro caso, a polícia turca deteve 42 refugiados encontrados em um celeiro na cidade de Ipekyolu, na província de Van, leste do país.

Os refugiados foram encaminhados ao escritório local de migração, após exames de saúde, e procedimentos legais foram lançados contra os proprietários do celeiro e indivíduos suspeitos de coordenar a rota de tráfico humano.

Em Erzincan, leste do país, outros 52 refugiados abrigados em uma casa abandonada foram apreendidos pela polícia. Equipes de combate ao tráfico de pessoas vigiavam o local para checar eventuais maus tratos contra os refugiados por um contrabandista.

Um cidadão afegão que supostamente organizou as travessias permanece em custódia.

Refugiados que tentaram fugir foram encaminhados à polícia. Segundo fontes de segurança, todos serão transferidos ao escritório local de migração após procedimentos de rotina.

A Turquia é um dos principais pontos de acesso a refugiados que desejam chegar à Europa, na esperança de uma vida nova, sobretudo em virtude da guerra e da perseguição.

A Turquia acolhe atualmente quatro milhões de refugiados — mais do que qualquer outro país no mundo. Agora, assume novas medidas de segurança em suas fronteiras para impedir um novo fluxo migratório, após a retomada do Afeganistão pelo grupo Talibã.

LEIA: Chanceler da Turquia nega planos de centro para refugiados afegãos

Categorias
AfeganistãoÁsia & AméricasEuropa & RússiaNotíciaOrganizações InternacionaisTurquiaUnião Europeia
Show Comments
Show Comments