Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Espanhol e turco são presos com mais de uma tonelada de cocaína em Fortaleza

1
Avião turco com as malas em que a polícia encontrou 1304 quilos de cocaína [Reprodução/Polícia Federal]

A Polícia Federal (PF) apreendeu, nesta quarta-feira, 1.304 quilos de cocaína em um jato executivo turco no Aeroporto Internacional de Fortaleza. O único passageiro era um cidadão espanhol, que não teve a identidade revelada, e foi preso com o comandante da aeronave, um cidadão turco. Os outros três membros da tripulação, todos da Turquia, foram detidos para interrogatório.  De acordo com a investigação, o comandante do jatinho sabia da presença dos entorpecentes.

A droga estava armazenada em 24 malas pertencentes ao passageiro, segundo a Polícia Federal. Cada bagagem levava cinquenta tabletes da droga, com um total de 1200 tabletes de cocaína. Também foram apreendidos celulares, documentos e a aeronave turca; a investigação continuará com a análise destes materiais.

O avião particular, registrado na Turquia, havia decolado de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, e tinha como destino Bruxelas, na Bélgica. Ele foi abordado pelos agentes da Polícia Federal minutos após a aterrissagem obrigatória para a imigração na capital cearense.

A PF disse que já acompanhava a movimentação desde a semana passada, quando o jato entrou no território brasileiro, por terem desconfiado das respostas do europeu sobre o motivo da viagem. “Foram confirmadas as investigações iniciais da Polícia Federal. Eles disseram que foram fazer turismo em Guarulhos, foi quando a gente suspeitou. Na sequência passaram à abertura das malas, subimos na aeronave e ordenamos o desligamento dos motores”, disse o delegado da Polícia Federal no Ceará, Alan Robson, segundo o G1.

LEIA: Kuwait aumenta fiscalização de produtos do Líbano após tentativas de tráfico de drogas

“O que foi coletado no local com as entrevistas, os documentos, a investigação, aponta que o comandante tem domínio que ali era transportada droga. Os indícios, as suspeitas, apontam claramente o domínio daquela tentativa de tráfico internacional”, disse o delegado, indicando o envolvimento do piloto turco de 48 anos. Ainda não há indícios do envolvimento dos outros tripulantes.

Em vídeo gravado pelos policiais federais, um agente abre uma das malas no interior do jatinho, e faz o teste comprovando que era cocaína. Ele perguntou ao comandante se ele sabia do que se tratava e o turco respondeu que não sabia qual era o conteúdo.

 

Categorias
Ásia & AméricasBrasilEuropa & RússiaNotíciaTurquia
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments