Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

PGR pede investigação do presidente no caso Covaxin

O procurador-geral Augusto Aras no Senado [ Marcos Brandão/ Agência Senado] Foto: Marcos Brandão/Senado Federal

A Procuradoria-Geral da República pediu nesta sexta-feira (2) a abertura de um inquérito no Supremo Tribunal Federal (STF) que investigará o presidente Jair Bolsonaro por suspeita de prevaricação diante das irregularidades na negociação da vacina Covaxin.

As denúncias sobre a vacina indiana foram feitas pelo funcionário público Luis Ricardo Miranda e seu irmão, o deputado Luis Miranda (DEM-DF), ouvidos na CPI da pandemia.

Em depoimento, eles afirmaram que avisaram o presidente pessoalmente, no dia 20 de março, de que Luis Ricardo vinha sofrendo pressões internas para acelerar a compra da vacina, apesar de suspeitas de irregularidades.

Jair Bolsonaro prometeu investigar mas não existe registro de que tenha levado o caso adiante, oque significa crime de prevaricação.

LEIA: Bolsonaro agradece a Netanyahu e parabeniza o novo governo israelense

Categorias
América LatinaÁsia & AméricasBrasilCoronavírusNotícia
Show Comments
Show Comments