Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Israel mantém violações ao cessar-fogo em Gaza

Ataque aéreo israelense na Cidade de Gaza, 15 de junho de 2021 [Ali Jadallah/Agência Anadolu]

Nesta quinta-feira (17), Israel manteve bombardeios contra a Faixa de Gaza, em sua segunda violação do frágil acordo de cessar-fogo instituído após onze dias de ofensiva, em maio.

Na quarta-feira (16), Israel executou sua primeira rodada de ataques aéreos contra o território sitiado, ao alegar ter como alvo instalações do Hamas na região de Khan Younis. Fontes palestinas reportaram danos a propriedades, mas sem relatos de morte, até então.

Testemunhas afirmaram que mísseis israelenses foram disparados contra diversos locais alegadamente pertencentes a grupos armados no noroeste de Gaza e ao norte de Beit Lahia.

Na cidade de Jabaliya, norte da Faixa de Gaza, um edifício da administração civil foi atingido, além de um campo agrário em Khan Younis, no sul do território.

A imprensa israelense reportou que seu exército atacou alvos do Hamas em retaliação a balões incendiários lançados ao longo da fronteira. Segundo as informações, oito incêndios foram causados por tais artefatos rudimentares; porém, sem baixas.

De acordo com a rede Al Jazeera, o exército declarou que “continuará a destruir as estruturas e capacidades militares do Hamas e responsabilizá-lo pelo que acontece em Gaza”.

Gaza mal começou a recuperar-se dos onze dias de bombardeios à sua infraestrutura civil, no último mês, nos quais ao menos 257 palestinos morreram, incluindo 66 crianças.

O cessar-fogo entrou em vigor em 21 de maio.

LEIA: Balanço de onze dias de bombardeio à Gaza

Categorias
IsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Show Comments