Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Repercute na Venezuela descaso de Araújo na CPI da Covid com oxigênio doado

Ernesto Araújo na CPI da Covid-19 [Edilson Rodrigues/Agência Senado]
Ernesto Araújo na CPI da Covid-19 [Edilson Rodrigues/Agência Senado]

Ganhou legendas em espanhol o trecho do depoimento do ex-ministro das Relações Exteriores do Brasil, Ernesto Araújo, à Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) sobre a quando admitiu que não providenciou o transporte pela FAB para os cilindros de oxigênio doados pela Venezuela, que tiveram que ser levados por terra até Manaus. Araújo também disse que não fez contato nem agradeceu o presidente Nicolás Maduro por ter oferecido socorro os doentes de Manaus, muitos dos quais morreram enquanto aguardavam oxigênio.

O jornalista Nacho Lemos, lembrou que o presidente da CPI, senador Omar Aziz, que é amazonense, reprovou a omissão de Araújo, que não resolveu a crise em seu próprio país e deixou que atrasasse a entrega de ajuda humanitária da Venezuela à população brasileira.

“No tempo para levar o oxigênio da Venezuela até Manaus, morreu muita gente. Poderiam ser sido evitadas essas mortes, se vossa excelência tivesse agido” – diz Aziz em trecho do vídeo do Senado, legendado e transmitido pela Tv Telesur para a América do Sul. “O ministérios da Relações Exteriores não fez contato com a Venezuela por questões ideológicas” – afirmou o senador.

LEIA: CPI da Covid e Butantan temem que provocações à China prejudiquem plano de vacinação

Categorias
América LatinaÁsia & AméricasBrasilNotíciaVenezuela
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments