Portuguese / Spanish / English

Middle East Near You

Professores argentinos criam projeto de ensino sobre Palestina e situação em Gaza

Handala, personagem símbolo da luta palestina, em grafitte reproduzido em redes sociais [Pinterest]
Handala, personagem símbolo da luta palestina, em grafitte reproduzido em redes sociais [Pinterest]

O Centro de professores Ademys, de Rosário, Argentina, elaborou um projeto de aulas e materiais de apoio para que os alunos possam entender o que se passa na Palestina.

Com o título: O conflito na Faixa de Gaza, o conteúdo faz parte da série Tiza en Mano, que busca trabalhar com os alunos a compreensão da realidade internacional que vivem. “.Nossos filhos não estão isentos dessa realidade, por isso eles têm dúvidas, perguntam, trazem o assunto para as escolas, investigam e compartilham suas ideias. Assim, entendemos que o que está acontecendo na Palestina é uma questão que, do outro lado do mundo, atravessa distâncias e entra na sala de aula.”, explica o grupo.

O tema palestino é abordado na nona edição de Tiza en Mano. Desenvolvida pelos professores da filial de Rosário da Ademys, a proposta se baseia na análise de eventos de fontes diversas: notas de diferentes jornais e revistas, análises históricas e sociológicas. “O objetivo é poder entrar nas modalidades em que os meios de comunicação de massa tratam o assunto, estabelecendo diferentes posicionamentos a esse respeito. Assim poderemos trabalhar com nossos alunos para que se tornem leitores críticos do presente que temos que viver, distinguindo quem diz o quê, por quê e para quê.”

Além disso, os professores contam com o projeto para abordar as causas históricas dos conflitos contemporâneos, de modo a contribuir para uma leitura crítica do passado e da geopolítica do presente, para que os alunos se posicionem “como sujeitos ativos nas disputas do presente que nos atravessam.”

As atividades propostas podem ser abordadas a partir de Práticas Linguísticas e Formação Ética e Cidadã no 2º ciclo do Ensino Básico e no Nível Médio em Língua e Literatura e Educação Cívica. Também de História, Geografia, Problemas do Mundo Contemporâneo e Sociologia.

Handala, personagem do cartunista Naji Salim Hussain al-Ali que tornou-se um símbolo da luta nacional palestina, é utilizado para ilustrar os materiais. Eles podem ser encontrados em Tiza en Mano N°9 , na versão original em espanhol.

LEIA: Nobel da Paz envia mensagem de defesa ao povo palestino durante manifestação na Argentina

Categorias
ArgentinaÁsia & AméricasIsraelNotíciaOriente MédioPalestina
Show Comments
Expulsão dos Palestinos, O conceito de 'transferência' no pensamento político sionista (1882-1948)
Show Comments